População de Porto de Moz impede Celpa de fazer aferição nos medidores de energia

0
515

A população do município de Porto de Moz, no oeste do Pará, bastante revoltada com as constantes cobranças absurdas da energia elétrica por parte da Celpa, foi às ruas na manhã desta segunda-feira, dia 15 e impediu que equipes da empresa fizessem aferição dos relógios sem a presença do Ministério Público Estadual ou Procon.

Segundo informações, até o momento os funcionários da empresa não sofreram ameaças, mas a população não agüentando mais o alto preço cobrado pela concessionária de energia, jogou o carro da Celpa dentro do rio Xingu.

NOTA DA CELPA: Sobre a situação de vandalismo em Porto de Moz, onde carros a serviço da Celpa, que estavam na cidade para que equipes pudessem fazer trabalho de regularização e adequação da rede de distribuição, foram depredados e um deles foi jogado por algumas pessoas no Rio Xingu, a empresa reforça que repudia todo e qualquer ato de violência, assim como ações que venham depredar o patrimônio da concessionária. A distribuidora já acionou as autoridades e os responsáveis podem responder por crime de danos ao patrimônio, estando sujeitos a detenção de seis meses a três anos e multa.

Fonte: RG 15/O Impacto