SITUAÇÃO DE TRAFEGABILIDADE DA BR 163 NO PARA É AVALIADA POR AUTORIDADES

0
208

DNIT, Exército, PRF e ABIOVE estudam alternativas de trafegabilidade na rodovia
O diretor-geral do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), general Santos Filho, realizou na tarde dessa sexta-feira (22), reunião de alinhamento com representantes do Exército Brasileiro, Polícia Rodoviária Federal (PRF) e da Associação Brasileira de Indústrias de Óleos Vegetais (ABIOVE) sobre a operação Radar 2, na rodovia BR-163/PA.
Além de todas as ações emergenciais de manutenção em andamento na rodovia, as equipes do DNIT e Exército Brasileiro estão realizando pavimentação temporária nos principais trechos críticos monitorados pela operação na BR-163/PA.
Nessa sexta-feira (22), mais um trecho da rodovia recebeu pavimentação asfáltica, a Serra da Paca. Outras três serras também passaram a contar recentemente com as primeiras camadas de pavimentação: Serra do Moraes, Serra da Anita e Serra da Santinha.
Com os trabalhos de recuperação e manutenção, o tráfego na rodovia está fluindo sem problemas e retenções, possibilitando o tráfego de cerca de 2.200 carretas por dia.

Devido às chuvas que ainda acometem a região, continua estabelecida a cadência no horário compreendido, entre 7h e 15h, para subida aos portos, e das 17h30 às 3h, para descida ao Estado de Mato Grosso, permitindo manutenção durante os intervalos. Esse bloqueio está sendo realizado no sentido norte do PCTran 1, em Santa Julia, próximo a Novo Progresso/PA. A medida leva em conta questões de segurança e conservação da rodovia.
Pesagem
Outra medida para disciplinar o fluxo de veículos na BR-163/PA no período de escoamento da safra de grãos é a fiscalização através de um posto de pesagem instalado em Guarantã do Norte/MT, desde o mês de março. O objetivo desta ação é evitar a subida para os portos de caminhões com excesso de carga, que acabam degradando a rodovia.