Motorista tenta retirar fios elétricos da estrada e morre eletrocutado em Santarém

0
1269

De acordo com testemunhas, um fio de alta tensão caiu no ônibus, provocando o acidente.

Um homem de 37 anos morreu eletrocutado nesta quinta-feira (21) ao tentar tirar um fio de eletricidade que havia caído na estrada. O acidente aconteceu na comunidade São Sebastião, região do Eixo Forte, em Santarém, oeste do Pará, por volta das 11h40.

Segundo relatos de alunos que são da comunidade São Sebastião, eles estavam em um ônibus de rota escolar e seguiam para a Escola Nossa Senhora do Rosário, no Irurama, quando o condutor identificado como Ivan, se deparou com um fio de eletricidade atravessado no meio da estrada. Inicialmente ele tentou passar por cima do fio, mas achou muito perigoso. Foi aí que decidiu remover o fio com as mãos.

Onze pessoas estavam no ônibus, entre estudantes, um senhor de idade e mais duas mulheres com bebês no colo. Daiane Silva da Costa, uma das estudantes que estava no veículo, disse que foi tudo muito rápido, e que naquele momento, temia pela vida de todo mundo.

“O ônibus começou a levantar fumaça na frente do ônibus, a gente correu tudo lá pra trás, pedir socorro, não dava, já tava dando choque, as portas. Tentamos empurrar a porta mais não dava, aí pulamos por cima do motorista que já estava caído no chão. Outros quatro pularam pela janela. Foi um desespero muito grande, a gente achou que todo mundo ia morrer”, relatou Daiane.

Os enfermeiros do Samu e os bombeiros foram acionados por volta das 12h30. Segundo eles, o homem ainda teve uma fratura exposta na perna direita por causa da descarga elétrica. As equipes não podiam mexer no corpo porque temiam que a fiação ainda estivesse ligada. Às 13h33, os funcionários da Celpa chegaram ao local. Depois de 10 minutos desligaram a energia da rede.

De acordo com o tenente Luiz Ferreira, do Corpo de Bombeiros de Santarém, quando as equipes chegaram ao local, o motorista já estava morto. “A fiação estava energizada e ele teve contato direto, por isso recebeu a descarga elétrica e não resistiu. Tem queimaduras pela mão dele, dá pra perceber, tem na região do abdômen e tem também na perna, ela ficou totalmente queimada, foi muito forte, existiu contato direto. Pelo que nos informaram, foi um morador da comunidade que passava pelo local que retirou o fio de cima do corpo do motorista com um pedaço de madeira”, disse.

O tenente destacou que em hipótese nenhuma as pessoas devem tentar pegar em fios de eletricidade, que tenham se desprendido de postes ou redes de distribuição de energia.

Sobre o acidente

Por meio de nota, a Secretaria Municipal de Educação (Semed) informou que a vítima era funcionário de uma empresa terceirizada contratada pelo município para o serviço de transporte escolar na região do Eixo Forte. Disse ainda que a Divisão do Transporte enviou uma equipe até o local para levantar informações sobre as circunstâncias do acidente.

Em nota, a Celpa informou que após tomar conhecimento sobre o fato, acionou imediatamente uma equipe de técnicos e eletricistas para apurar o caso. Durante inspeção foi constatado que não se tratava de uma rede de propriedade da Celpa e sim uma rede clandestina construída à revelia da concessionária.

Neste caso, a concessionária tomará as providências cabíveis para que o responsável pela ligação seja acionado criminalmente, visto que a prática de ligações clandestinas é crime previsto no Artigo 155 do Código Penal Brasileiro, com pena de 1 a 4 anos de reclusão.

Fonte: Portal Giro